16 agosto 2010

LIDANDO COM UM DEPRESSIVO (parte 1)

Você que não tem, não vai entender mesmo, mas não adianta dizer para o doente “não se concentrar no problema” ou o famoso “você tem que reagir!” Seria o mesmo que dizer para um paraplégico: “levante e corra! corra!”. Também não adianta dizer: “você precisa se ocupar”!

Não o recrimine, ele está doente!
Não insista para ele sair, às vezes tudo o que ele precisa é de um abraço, do apoio silencioso de alguém em quem ele confia, de alguém que o leve, mesmo arrastado, para uma ou várias consultas médicas e terapêuticas.
O melhor é se informar sobre o assunto, clarear as ideias, e vamos aproveitar para fazer um exercício muito bom para a humanidade: não julgar, não julgar, não julgar!
Sei que é difícil, que somos humanos e as vezes julgamos até mesmo sem querer, eu mesma quero muito até o fim dessa encarnação poder melhorar justamente nesse ponto, afinal as aparências enganam e não podemos saber ao certo o que se passa com cada um.

6 comentários:

Fátima disse...

Parabéns. Há tempos acompanho este site, seus textos são muito bem escritos. "Você precisa reagir!" foi exatamente o que eu ouvi de minha mãe, na última crise que tive antes de procurar ajuda médica (liguei marcando uma consulta psiquiátrica aos prantos). É evidente que todos têm as suas dores, mas creio que só um deprimido saiba realmente o que seja a depressão. E é horrível querer resistir, fingir que é uma espécie de virose e que vai passar. Sei disso porque eu mesma negligenciei a doença por oito anos. Na depressão não sinais externos evidentes como fraturas, hematomas, cicatrizes e hemorragias, mas o vazio que se sente - e que só você é capaz de perceber - é desesperador. Desculpe-me o longo comentário, reitero que adorei este site.

Quem faz as postagens: disse...

oi fatima!
valeu querida!
adoro saber da historia dos outros! escreva mesmo!
todos nós que sofremos de depressão ou bipolaridade ou suas parentas passamos por situações muito semelhantes: a aceitação de que se está doente e a incompreensão alheia!
por isto precisamos falar e falar e falar para que todos saibam que se trata de uma doença!!!
bjoka

Hidely Miller disse...

E como é que a gente faz quando não se tem ninguém?

Quem faz as postagens: disse...

oi hidely,
olha eu não sei, de verdade!
so sei que algumas pessoas que tive do meu lado durante um bom tempo me atrapalhavam tanto, que teria ficado melhor se estivesse sozinha mesmo!
vc nao tem ninguem?
bjoka

Camila disse...

legal ter encontrado esse blog. deu até vontade de fazer um, pq acho q muitas pessoas procuram respostas que só quem passa é que sabe responder. me add no msn xcamilax@msn.com, tb sofro com essa doença e a falta de amigos... bjs

Quem faz as postagens: disse...

oi camila,
olha só eu nao uso msn! na verdade ate tenho mas esqueci a senha ha mto tempo!
e faça um blog mesmo e desabafe! ajuda mto!!!
e venha aq qdo precisar! e passe la no meu site aonde tem mil coisas de depressão e varias pessoas desabafam!
www.pensamentosfilmados.com.br

bjoka