03 julho 2010

DE VIÚVA A CASADA!

Revista de fofoca vende muito, isto é fato! Algumas foram refinadas, elas ainda são sobre a vida alheia, porém não são tão agressivas, os protagonistas das fofocas consentem em fazer pose e dar declarações a respeito da própria vida. A maioria das salas de espera e salões são equipados com tais revistas, que se observarmos estão amassadas de tanto que foram folheadas. É fato que fofocamos por diversão, mas fazemos isto para não termos que olhar para a própria vida, para não mergulharmos nela, porque somos preguiçosos e preferimos lidar somente com a superfície. É mais fácil usar um barquinho do que um submarino...

Bom, eu sempre posto coisas sobre depressão no meu perfil do Facebook, que aliás fiz por causa do trabalho, porque eu mesma morro de preguiça de mexer naquilo e quando faço é meio a contragosto.
Enfim meus recados nunca são populares, geralmente uns três comentam, quando há comentarios!
Mas então um dia desses resolvi mudar meu "status de viúva", que mantinha por pura diversão, em homenagem à minha infância, porque quando era criança vi uma cena de um filme que tinha um funeral e uma mulher toda de preto e um chapelão, elegantérrima e ela era a viúva! Desde então, vez ou outra eu brincava de viúva, me imaginava naquela roupa chiquérrima, chorando discretamente com um lencinho na mão e depois tomando um chá... Aí para me divertir e compensar a parte chata de ter que me juntar as redes sociais, gosto de brincar e inventar histórias, por isto quando respondi sobre minha atual situação amorosa coloquei "viúva".
Dia desses mudei meu "status" para "casada" e surpresa! Tive muitos comentários, mais de 10! Foi o que mais teve ibope no meu Facebook. Pessoas me parabenizando, outras gostando, outras perguntando, outras brincando, enfim, elas queriam saber mais sobre aquilo. Entre minha situaçao amorosa e a depressão, a primeira gera muito, mas muito mais interesse. A depressão alguns amigos próximos preferiam que eu "mudasse o disco" e falasse de outra coisa, amigos que inclusive já tiveram depressão...
E então postei no meu mural: "não acredite em tudo que lê, ouve ou assiste", meu ibope caiu... Depois postei "o que causa incômodo generalizado preferimos nao prestar atenção, assim nos distraímos com incomodozinhos sem importância". E meu ibope despencou de vez!
Se as pessoas soubessem o que uma depresão bem aproveitada pode fazer por um ser humano... Mas elas estão se ocupando em navegar de barquinho enquanto falam do casório alheio e aí não sobra tempo para mergulhar... Lá embaixo é muito interessante!

Um comentário:

conversacomotravesseiro disse...

Hahaha!! Amei o post!! Vc é demais!! E eu perdi a época da mudança de viúva para casada... q pena, teria me divertido.

Mas é isso mesmo. Desde q eu criei a "causa", meu ibope despencou incontavelmente. Ninguém quer falar de assunto chato, né? Até o dia em que vive isso. Eu amo ser profunda. Superficialidade me irrita! Paguei um preço super alto pra estar onde estou hj, mas tenho orgulho de mim, e isso não tem preço.

Beijocas!!
Carina