19 julho 2010

"DEPRESSÃO: SUPER ATIVAÇÃO DO CÉREBRO"

Minha amada irmã, a psicóloga que está exportada para a França, carinhosamente traduziu o texto abaixo e me mandou esta frase de um super psiquiatra francês, o Dr. Boris:
"Quando não sabemos quem somos, ficamos felizes que uma ditadura tome conta de nos".
"Por que os depressivos sentem mais cansaço?
 Pesquisadores concluiram que os pacientes que sofrem de depressão se empenham em atividades cerebrais mais intensas que os outros para alcançar um nivel de performance equivalente face às provas complexas da vida cotidiana.
Cientistas tiveram a idéia de comparar o funcionamento dos cérebros de pessoas sadias e pessoas depressivas ao longo de exercicios de memorização. Eles observaram assim que os sujeitos depressivos ativam mais seus cérebros e fornecem um esforço maior que as pessoas não depressivas nas atividades de memorização a curto termo. Segundo a expressão empregada pelos autores da pesquisa, "os depressivos se empenham em uma maratona, iniciando no ritmo de uma corrida de 100 metros". Uma tal mobilização excessiva dos recursos cerebrais explicaria o esgotamento precoce ao esforço ligado a depressão.
Na verdade, se a depressão é um transtorno do humor caracterizado por uma tristeza, falta de desejo, problemas de sono e às vezes idéias suicidas, os pacientes reclamam também frequentemente de uma fatiga importante, tanto no nivel fisico que mental. Até hoje, graças às técnicas de imagem medical, certos estudos haviam demonstrado que os transtornos ligados a depressão eram associados a um disfuncionamento de certas zonas cerebrais. Com relação aos transtornos intelectuais, eles tinham correlatado a uma atividade cerebral reduzida em algumas regiões dorsais do cortex pré-frontal. Mas esses testes haviam sido conduzidos em pacientes em repouso. Inversamente, no novo estudo apresentado aqui, a atividade cerebral dos sujeitos foi testada com eles sendo submetidos a exercicios de memorização. Nessas condições, os autores observaram uma mobilização excessiva dos recursos cerebrais para a excecução de tarefas intelectuais: "tudo se passa como se a depressão fosse um defeito da economia cerebral". Em consequência, os depressivos sofrem de um esgotamento precoce e de uma maior fragilidade."
Fonte: Dr Philippe Presles
Inserm e CNRS, agosto 2005.

"Dificil saber se é o estado depressivo que impede o cérebro de funcionar de maneira otimizada, ou se é o funcionamento à vácuo que provoca a aparição dos sintomas. O que é claro, é que cada prova da vida cotidiana exige dos depressivos esforços suplementares para enfrentá-las, provocando assim um circulo vicioso que aprisiona na doença. Os pesquisadores esperam em todo o caso encontrar a causa da super ativação cerebral para melhor compreender e tratar a depressão".(Fonte: Comunicado do INSERM,agosto 2005 e Neuro-Imagem, julho 2005).

6 comentários:

Calvin disse...

Oi Alyson! Gostei do texto.
Este cansaço tão grande que a gente sente tem uma explicação. E minha dificuldade de voltar a trabalhar também.
Deve ser por isso que o mais difícil pra mim tem sido trabalhar na minha dissertação, e o cansaço que sinto quando tento é muito grande. AS vezes só de pensar em fazer já gasto uma puta energia, fico perdido...
Mas é isso... um dia de cada vez!

GRANDE ABRAÇO MEU!

conversacomotravesseiro disse...

Assino embaixo o q o Calvin disse. Esse texto é uma libertação para mim!! Nossa, quanta culpa estou jogando fora, agora...

Beijocas e obrigada a vc e sua irmã, q sempre traz novidades boas!! :)
Carina

Quem faz as postagens: disse...

eu amei esse texto tb: resumindo: depressivos só se fod..! hahahaha
bjoka

Lu disse...

Nossa, que bom que esse texto foi util e que de alguma maneira trouxe um certo alivio pra vocês com relação a culpa! Fico muito feliz!!!
Achei ele muito interessante, mas incompleto, por não mencionar a causa da super ativação,e por isso até hesitei em manda-lo pra Ana, mas hoje achei um outro artigo que responde à minha pergunta, ai vai um trecho:
"Dificil saber se é o estado depressivo que impede o cérebro de funcionar de maneira otimizada, ou se é o funcionamento à vácuo que provoca a aparição dos sintomas. O que é claro, é que cada prova da vida cotidiana exige dos depressivos esforços suplementares para enfrenta-las, provocando assim um circulo vicioso que aprisiona na doença. Os pesquisadores esperam em todo o caso encontrar a causa da super ativação cerebral para melhor compreender e tratar a depressão".(Fonte: Comunicado do INSERM,agosto 2005 e Neuro-Imagem, julho 2005).
E é isso queridos! (Tomo essa liberdade por ja ter um carinho especial por vocês, Calvin e Carina, adoro o blog de vocês, e apesar de ainda nunca ter comentado, passo sempre que posso por la!)
Fiquem bem!
beijos a todos e à minha amada irmã!

Calvin disse...

Oi Lu!
Sabe uma coisa que vejo em comum entre os depressivos? cérebro constantemente LIGADO. Pensando, pensando, pensando. NÃO DESLIGA.
Ficamos pensando nas possibilidades ilimitadas. Tentamos de alguma forma controlar o futuro. No fundo temos MEDO do que nos espera no segundo seguinte. E na verdade o corpo quer descanso. A MENTE quer parar. E ela só consegue ficar parada quando aparentemente não vemos nenhum problema. MAS A VIDA É CHEIA DE DESAFIOS, né? Pra TODO MUNDO! E o mundo não PARA pra gente. E daí continuamos CANSADOS. Continuamos precisando de tempo. TEMOS MOMENTOS BONS. Vamos aos poucos arranjando meios para fazer do nosso dia um pouco melhor. Vamos atras de todo tipo de TRATAMENTO. E eles as vezes colocam MAIS perguntas na nossa cabeça. E a depressão aumenta. A fase CHOROSA fica vindo com maior intensidade. Ficamos remoendo coisas do FUNDO do BAÚ. E no fundo do baú sabe o que tem? Uma vontade IMENSA de se aceitar. De aceitar quem se é! De conquistar o que se quer! De aprender a não se incomodar TANTO com o RESTO MUNDO.
Já que quanto mais usamos forças para ACABAR com a depressão, mais ela fica forte. Mais fundos vamos, claro! Mais nos conhecemos. Mais a necessidade de aceitação AUMENTA.
E EU fico na briga... Dou ouvidos para os meus pensamentos, fico mal, vou a fundo e tenho crises. Outras vezes o que quero é pensar (mesmo que de forma forçada) no LADO BOM. Nos meus momentos bons. No que me dá prazer. No que me faz sentir BEM.
O SENTIMENTO DE CADA DIA!

Quando puder comente lá no meu blog. Vou gostar de escutar seus comentários..

GRANDE ABRAÇO MEU!

Quem faz as postagens: disse...

ah, vou fazer outro post pra colocar as outras informações lulu! valeu mesmo!!!
e calvin amore, é isso mesmo, esse é o processo, é preciso somente aceita-lo...
eu descobri coisas incriveis a respeito do funcionamento da minha mente com meu parapsicologo e osho ja dizia que assim como qdo a gente chega em casa do trabalho e tira o chapéu, os calçados, o casaco, enfim, deveriamos tb tirar a mente, que ela é necessária apenas no trabalho, mas com o tempo ela funciona tanto que quer ser a senhora de tudo e nós acabamos seus escravos!
bjoka