26 junho 2010

À MINORIA!

Então, eu também não acredito muito em câncer, nem em Aids, nem em dengue ou gripe. Esta seria minha resposta para um colega querido que diante da divulgação que fiz do programa "Happy Hour" sobre depressão, respondeu: "não acredito muito nisso". Pois é, a cada declaração alheia, geralmente de pessoas queridas, como: "agora mude o disco, fale de outra coisa, chega de falar de depressão, né!", "agora chega de tristeza, né!" ou o tal "não acredito muito nisso!", a minha indignação com a sociedade aumenta.
E as vezes tenho surtos de revolta contra ela e sim perco a tão considerada razão. As vezes quase sempre e então sou tomada por tal surto emocional de querer mandar todos a MIERDA! de querer que o mundo acabe não em 2012 mas HOJE! E com requintes de crueldade! Me irrito, mas hoje descobri porque a sociedade me causa tamanho desconforto ainda, por mais que queira acreditar que não! Porque ela reflete a conduta daquela pessoa que mais poderia ter me ajudado durante os tempos difíceis causados por essa doença maledita! A society é o espelho do comportamento atroz e preconceituoso que esta pessoa que que me escurraçou aos poucos teve comigo durante anos e anos me acusando de "frescurenta", de fraca, me culpando por ser assim tão humana suscetível a "pitis" de humor, por ser tão pesada, jamais compreendendo e aceitando que eu estava doente, precisando de cuidados. Esta pessoa que me crucificou e que era a única que poderia de fato ter me ajudado! Esta pessoa que hoje finalmente me pede perdão, que está arrependida. Porque só ela sabe o que ela me ajudou a sofrer... Só ela sabe realmente a minha luta para agora consertar a minha mente que ficou sequelada por tanta negatividade que a doença enfrentada sem seu apoio causou.

Esta pessoa sou eu, que me peço perdão por ter ido como boi  no meio da boiada levada pela corrente dessa maioria superficialmente saudável. E eu arrependida me perdoo, e me prometo que agora que achei meu modo de viver, nada nem ninguem me desviará dele, pois somente ele me dá conforto para seguir nessa VIDA nova! Eu me prometo: nem mesmo a força incontestável que a maioria tem junta será capaz de enfraquecer meu respeito por mim mesma, pela minha natureza, pelo meu ser...

5 comentários:

maria helena disse...

repito o q disse:brasileiros têm mania de falar sobre o q não pesquisaram,estudaram ou são ''experts''.Adoram opinar sem base pq ouviram dizer ou viram na internet.Cuidado!Devemos falar sobre o q conhecemos após muito estudo assim como só falar de alguém ou sobre alguém após certeza absoluta e se for pra ajudar.Do contrário é maledicência.Do contrário é seguir o ditado: a ignorância é atrevida.

conversacomotravesseiro disse...

Simplesmente assim: LINDO!

Beijos e saudades!! :)

Quem faz as postagens: disse...

isso mesmo dra maria helena! hahaha

e ca lindo foi o que vc fez: a causa no facebook!

bjoka

HM disse...

Tive uma chefe que me disse que o meu comportamento não era normal. Eu perguntei a ela "O que é ser normal"?
Até hoje estou sem resposta....

Quem faz as postagens: disse...

hahahahaha!!!!!!!!

é isso mesmo o que é ser normal??? eu acho a sociedade tão biruta...

bjoka e c cuide!