07 dezembro 2010

MINHA FILHA NÃO!

Acho incrível como vivemos em uma sociedade "normótica neurótica". Em pleno ano de 2010, com tanta informação disponível, com tantos profissionais competentes e esclarecidos ainda há pais que preferem criar seus filhos ao modo "Anos Dourados", em que a repressão e a superficialidade eram as bases da educação. Que gente obsoleta e reprimida, que continua repetindo os mesmo erros de outrora!

No começo deste ano conheci uma menina de 15 anos em uma escola de Yoga, e ela sofria de depressão. Quando uma emissora de TV me contatou em busca de ajuda para achar um adolescente que sofria da doença e desse um depoimento sobre o assunto, mesmo que anônimo, imediatamente lembrei daquela menina. Mesmo receosos, o pessoal da escola de Yoga me passou o e-mail dela, o telefone não quiseram me dar. Entrei em contato e para minha surpresa ela ficou muito feliz e se disponibilizou a falar no assunto, já que se sentia bem melhor e me contou também que uma garota da escola dela havia perdido o ano por conta da depressão, assim falando de sua experiência quem sabe ajudaria tantos adolescentes que sofrem dessa doença paralisante e ainda tão envolta em tabus.
Reencaminhei o e-mail dela para a produtora do programa e algumas semanas depois fiquei curiosa e perguntei como tinha sido a gravação da matéria e a resposta foi que não havia acontecido com a tal menina porque o pai dela a proibira de falar e ameaçara fazer uma declaração em cartório para que a TV ficasse impedida de gravar qualquer coisa com ela, mesmo ela querendo muito, mesmo com a permissão da mãe. Diante da confusão, a TV imediatamente recuou e desistiu de gravar qualquer coisa com ela.
Não sei como a garota está, porque ela ainda não respondeu meu e-mail, mas sei que é por causa de adultos imaturos como o pai dela que a sociedade caminha cada vez mais para os números crescentes de doenças como a depressão. Um adulto desse jamais deveria ter tido filho, porque ao invés de incentivar sua cria a desenvolver seu potencial, eles reprimem e podam, sufocam a verdadeira natureza dessas crianças e adolescentes e depois acham que apenas com uma pílula eles melhorarão da depressão...


2 comentários:

Carina - Comédias da Vida Canina disse...

Eu ando de poucas palavras, nada bem. Mas não podia deixar de me manifestar. Ainda que eu esteja reservada no meu canto, certas coisas continuam me revoltando. Principalmente pq sei bem o que é ser adolescente com pais repressores. E o povo contnua fazendo filho à torto e à dreita...

Esperando asiosamente por 2012...

Beijocas

Alyson Daas disse...

é ca, por isso cada vez mais eu to nessa vibe: vou cuidar de mim pra ficar em paz com essa mente maluca e espero que com esse nosso trabalho a gente ajude a eslarecer sobre as doenças mentais e quem sabe o povo entenda que ter filhos hj em dia é bem dispensável, memso pq o planeta ta super lotado!
bjoka