23 fevereiro 2009

AIAIAI!

Que dificuldade levantar hoje! O despertador tocou as oito, coloquei para as nove. As nove lá estava ele vibrando, adiantei para as dez. Ele se movimentou as dez, mas resolvi só levantar as onze e as onze decidi que levantaria na hora que quisesse mesmo. Na verdade não queria levantar hora nenhuma e seria delicioso se os relógios parassem por hoje. Queria ficar na cama, no máximo tendo o trabalho de ligar a TV, esticar o braço para pegar um papel, podendo assoar o nariz quando necessário e esquecer que eu sou eu. Melhor ainda seria se visse luzes coloridas na janela do meu quarto, ela se abriria e lá estaria um disco voador, um clindro de luz verde (gosto do verde, mas poderia também ser amarelo) chegaria até mim e me levantaria até a nave. E assim seria abduzida! Na falta da nave levantei , muitas coisas preicsam ser feitas!

2 comentários:

Lu disse...

Sabe que a tua nave me fez pensar naquela musica do Raul Seixas:

"...Seu Plunct-Plact-Zummm
Não vai a lugar nenhum
Plunct-Plact-Zummm
Não vai a lugar nenhum..."

Se ela parecer não esquece que quero carona!!!

beijos mil

Vera Helena disse...

Também quero carona!

Beijos,