02 setembro 2010

"O que significa ser eu mesmo?"

"Você é muito observadora!" "Você pensa demais!" "Você deveria sair mais! Socializar mais!" "Você tem uma memória incrível, guarda detalhes!" "Você é muito racional!" "Você é muito sensível!" "Você é muito desligada!" "Você é muito alegre!" "Você é muito ativa!" "Você é muito impulsiva!" E você como é? Descobri na terapia corporal que algumas das minhas características tem muito a ver com a constituição do meu "corpitcho". Um estudo muito interessante!





CAMINHO DA AUTODESCOBERTA ( 2 )

por Luiz Fernando Theodoro de Jesus - theodorojesus@yahoo.com.br



O nosso corpo também influencia nossa personalidade. Devemos ficar atentos a essa questão. Ao longo dos anos, diversos pesquisadores tentaram classificar os tipos de corpo humano e sua relação com a psique.


Dentre as diversas teorias sobre classificação tipológica do corpo humano e sua relação com a psicologia, temos a do dr. William Sheldon que formulou uma teoria morfológico-psicológico. Os tipos de corpos humanos podem ser divididos em endomorfo, mesomorfo e ectomorfo. Sua teoria está baseada nas camadas de tecidos endodérmicos, mesodérmicos e ectodérmicos encotradas nos embriões humanos. Todos nós temos os três tipos de corpos em proporções variadas. Quando um tipo passa a dominar, ele cria os extremos, que veremos a seguir:



a) Exemplos de homem e mulher endomorfos: Jô Soares e Alcione.


b) Exemplos de homem e mulher mesomorfos: Edson Celulari e Claudia Raia.
c) Exemplos de homem e mulher ectomorfos: Rodrigo Santoro e Debora Evelyn.
 Podemos identificar facilmente esses tipos no mito e na lenda. O gordo e jovial estalajadeiro, o herói musculoso e o magro esguio são arquétipos antiquíssimos, como também o são a mulher do padeiro, arredondada e de faces róseas, a heroína atlética e a esquelética e maldosa tia.
Juliana Paes, artista global, até pouco tempo atrás tinha características mesomorficas marcantes, principalmente no início de sua carreira. Tornou-se um padrão de beleza e desejo dos homens brasileiros, fazendo novelas e comerciais de cerveja. Entretanto, ultimamente, fez a escolha para o universo ectomórfico extremo. Caso você acompanhe o trabalho da Juliana Paes e sua exposição frente às críticas positivas ou negativas da mídia, sobretudo agora que ela está com novo visual, você consegue fazer alguma análise crítica quanto ao comportamento dela antes (mesodérmica) ou depois (ectodérmica)?
Você é essencialmente endomorfo com tendência para mesomorfo e sem traços ectomorfos? Ectomorfo dominante ou mesomorfo com a mesma proporção para os outros dois componentes? Preste atenção nas observações adiante e tente enxergar a tendência de sua tipologia física. Com certeza ela vem determinando algumas características em sua personalidade. Basta identificar e analisá-las se estão sendo positivas ou negativas a construção em sua psique.
 Atribuiremos, observados os extremos tipológicos algumas características de cada tipo. Lembre-se que os extremos descritos são apenas uma direção, onde você, através de uma auto-avaliação, irá se situar. Cada pessoa é um microcosmo e única (por isso que não há regras, mas direções) e os conceitos propostos são apenas estimulantes para o seu autoconhecimento. Somos seres integrais. A forma do corpo, o corpo tipo-mente influencia nossos sentimentos, que gera pensamentos, que consequentemente gera comportamentos. 


ENDOMORFO
 Expressão amável e tranqüila.
Terreno, vagaroso, previsível, amável., caloroso, generoso, pesado, glutão, solto, rotineiro, realista, prático e com um apego tenaz ao mundo fenomênico. Esta é uma pessoa centrada nas entranhas, alimentada pelo desejo primário de assximilar o fenomênico e de fundir-se com ele,. Como os endomorfos vivem para comer, há uma tendência natural a engordar se os exercícios forem insuficientes. Uma necessidae de confirmar o tangível e o mundo físico se combina com uma consciência e orientação espacial excelentes. Gosto pela comida. Tolerante. Emoções equilibradas. Gosto pelo conforto. Sociável. Bem-humorado. Solto. Carente de afeto. Lento para irritar-se.


MESOMORFO
 Parece aberto, podeoroso e sincero.
O mesomorfo quer ação vigorosa e deseja controlar tanto o ambiente como as pessoas. Podem ser grande líderes e conquistadores e gostam do desafio, de vencer obstáculos, especialmente pelo esforço físico. Musculosos e cheios de energia, mesmo quando crianças, assertivos, dinâmicos e por vezes agressivos, aos mesomorfos geralmente falta compreensão introspectiva; eles preferem pensar de forma organizada e tradicional.
Dificilmente mudam de idéia. Comem para se movimentar e gostam de atletismo e da maioria dos outros esportes.
Aventureiro, desejo de poder e domínio, corajoso, indiferente com relação às exigências dos outros, assertivo, arrojado, prazer com a atividade física, competitivo.


ECTOMORFO
 De aparência macilenta e aspecto faminto.
Geralmente hipersensível (talvez devido à predominância relativa da superfície da pele exposta em proporção à massa do corpo).
Alta energia nervosa, acha difícil relaxar, atenção penetrante, cerebral, emotivo, inibido com relação ao corpo e aos sentimentos pessoais. Dorme superficialmente, vê a atividade física como secundária em comparação com uma consciência da tensão interna e da sensibilidade. Acha difícil harmonizar corpo e mente e tende a ser dividido. O Ectomorfo come para viver. Consciente de si, preferência pela privacidade, introvertido, inibido, socialmente ansioso, artístico, mentalmente executivo, emocionalmente contido.


Referência:
SHELDON, William. The varieties of human physique. New York: Hafner Publishing, 1963.


Luiz Fernando Theodoro de Jesus é aloeterapeuta e pesquisador independente de assuntos relacionados à psicologia e nutrição celular.


4 comentários:

Wally elsissy disse...

Muito interessante o artigo!!!
Food for thought eu diria!!!

Quem faz as postagens: disse...

oi wally,

tem um livro do stanley keleman sobre isso mas eu esqueci o nome!
depois que descobri meu tipo passei a respeitar mais minhas idiossincrasias graças a minha terapeuta corporal...

bjoka

Cris disse...

Dizem que os olhos revelam muitas coisas , inclusive doenças, as mãos revelam nosso passado e nosso futuro e o corpo expressa quem somos. Podemos decifrar cada centímetro de nosso ser. Mas se não acreditarmos que nossos capazes e responsáveis pela a nossa felicidade e continuarmos com o estigma de que “não posso” nada disso será útil.
Evite escapatórias. Enfrente a realidade e liberte sua consciência.

Cris

Quem faz as postagens: disse...

isso mesmo cris!
aproveitando deixo a dica do site: www.tratamentodadepressao.org que tem textos incriveis nesse sentido. o lnk dele ta nesse blog!

bjoka