09 outubro 2011

DICA PARA SENTIR BEM

Gente o Sérgio Paffer, que é terapeuta, escreveu esse comentário que publico aqui pra quem quer descobrir novas técnicas para se sentir bem dentro da própria pele! Leiam e visitem o blog dele para aprender sobre a medicina integrativa, que foi o que me ajudou a melhorar da Depressão! A medicina integrativa usa a medicina convencional (remedios se necessario) com medicina milenares, como a chinesa e indiana, aliados a tratamentos complementares e alternativos, como yoga, acupuntura, massagens, terapia corporal, meditação, reiki, etcetcetc. E o foco é tratar de nós humanóides como um todo: corpo, mente, sentimentos, emoções,etc., além de focar no estilo de vida que levamos. 
Aliás, qual é seu estilo de vida? Como é sua rotina? O que você come? Você se exercita? O que você pensa? O que você sente? Qual sua história?


"A medicina Chinesa afirma que a doença é "a mente dispersa, presa no passado ou angustiada com o futuro e o corpo abandonado". Saúde é o ato de "concentrar a mente, focando no momento presente,no aqui e agora" e fortalecer o corpo, com vários tipos de exercícios, como o Yoga taoísta, o Qi Gong(diz-se Tchi kun) que são os exercícios energéticos pra promover a circulação da energia vital Qi(Tchi) e sangue pelo corpo,tai chi chuan,entre outros.
E eles incluem vários tipos de meditações ativas e passivas, pois a concentração da mente, a auto-percepção nos permite entrar em contato com o que o chinês chama o "vazio",ouvir o silêncio interior.E isso tudo é também meditação.


Exercício simples (logo abaixo), que é extremamente eficaz e praticamente sem contra-indicações, para que mais pessoas conheçam essa ferramenta tão simples e tão poderosa.Como recomendação aos iniciantes,sugiro que comecem aos poucos, respeitando seus limites. Se sentir tontura, abra os olhos e respire normalmente e volte às suas atividades cotidianas.

A prática abaixo feita ao longo do dia mantém e gera energia.


A RESPIRAÇÃO ABDOMINAL 


Obs:este exercício não deve ser feito com o estômago cheio ou com muita fome.O ideal é fazê-lo pelo menos 30 minutos após as refeições.


Quando estiver muito estressado,com o emocional abalado,a melhor coisa a fazer é ...nada: 

Feche os olhos,aquiete sua mente.Respire fundo,observe o simples ato de inspirar e expirar.Mais de 90% da percepção do que chamamos de "realidade" vem através dos olhos.Então os músculos que envolvem o nervo ótico são submetidos a uma carga absurda de estresse pelo excesso de leitura,tensão muscular,etc..Fique numa postura ereta,respire tranquilamente,FAÇA UM CONVITE Á TRANQUILIDADE.Temos em nós todos os potenciais.Eles só esperam uma OPORTUNIDADE,UM CONVITE,ENTÃO QUE APRENDAMOS A CONVIDAR A PAZ E A HARMONIA NOS NOSSOS DIAS.
Fique assim por uns 2 a 3 minutos e respire através do nariz,se for possível, usando seu abdômen,expandindo-o na inspiração e contraindo na expiração DELICADAMENTE.Abra os olhos.Como vc se sente? Olhe o mundo ao seu redor...Está mais calmo? Você está agora no que os chineses chamam de estado mental de Qi Gong(diz-se Tchi Kun),ou seja,num estado de EUTIMIA (bem estar do eu). 

A mente serena pensa melhor, toma decisões mais acertadas.Este simples exercício pode revolucionar o seu bem estar interior e está à sua disposição 24 horas por dia,porque a respiração é o que nos mantém vivos. Podemos aguentar por um certo período a fome, a sede, mas se passarmos cerca de 2 a 3 minutos sem respirar MORREMOS.
Respirar é o nosso primeiro e último ato nesse plano em que estamos.Respirar bem pode melhorar muito a qualidade de vida. A automassagem chinesa e vários ramos da Medicina Chinesa, assim como o Yoga preconizam a respiração profunda e lenta como forma de gerar saúde.E assim podemos fazer nosssos afazeres mais calmos,no aqui e agora e centrados.E tudo isso é de graça.Basta dedicar uns poucos minutos pra pessoa mais importante da sua vida: VOCÊ MESMO.Abraços e boas respirações para todos."Sérgio Pinheiro Paffer para visitar o blog de Sérgio clique aqui!


Todos os direitos reservados.É livre o compartilhamento desde que citada a fonte. 

9 comentários:

Sérgio Paffer disse...

Muito obrigado Ana pela amizade e generosidade que você tem para comigo e por confiar no meu trabalho.
Este seu respaldo me dá forças pra perseverar,apesar de muitas vezes ter a impressão de estar falando para as paredes.Mas não podemos desistir de nós mesmos,nem de nossos sonhos ou metas.
Foi assim,por não ter desistido de mim e ter conhecido pessoas do bem,maravilhosas como vc,que consegui e estou conseguido resgatar minha vida.
E meu objetivo é tentar mostrar possíveis alternativas simples,efetivas para ajudar as pessoas a saírem da anestesia,do desespero(eu sei,pois já passei por esta situação),mostrando ferramentas que ajudam o indivíduo a se ajudar.
Muito obrigado.Abraços de luz.
Atenciosamente,
Sérgio Pinheiro Paffer.

Rosângela Bittar disse...

Parabéns, Sérgio!

Sérgio Paffer disse...

Muito obrigado Rosângela.Abraços pra você.Olha eu invadindo o blog da Ana(rsrs).Desculpa ái,ana.Beijos.

Daniel Ribeiro (aka DanielBR or ferion11) disse...

Como você mesmo disse "ajudou a melhorar da Depressão!", não parece ter resolvido o problema. É como a insulina para os diabéticos, não cura mas faz você ir levando desde que esteja sempre usando.

O engraçado é ignorar, mesmo que inconsciente, a verdadeira solução definitiva e ir atras de controles alternativos. E isso também inclui nossa medicina tradicional que já resolveu muitos problemas como doenças incuráveis mas não divulga nem populariza, pois não é lucrativo (é melhor, financeiramente, ir levando a doença e controlando com remédios, vendendo sempre, do quê curar de vez e não ganhar mais nada).

Mas não é como se a solução estivesse bem escondida. Ela está bem na nossa cara, mas por alguma razão as pessoas simplesmente ignoram. Tudo formando uma linda melodia, bem harmônica, levando ao fim do mundo.

[]s
Daniel
Iniciar contato por (evitando spam, o resto é por email):
http://kontactr.com/user/dados.linux

Ana Maria Saad disse...

sergio invada mesmo! vcs sao bem vindos!
bjoka

Ana Maria Saad disse...

oi daniel!
no meu caso, eu nao acredito em cura da depressão no sentido de me livrar dela enquanto estiver viva, assim como um diabetico tera diabetes (como vc citou), assim como um paraplegico nao ira correr.
por isso pra mim o primeiro passo foi aceitar a minha condição e usar a depressão a meu favor! para despertar minha consciencia, me conhecer a fundo, adotar um outro estilo de vida, q realmente nao é mto divulgado, mudar o foco, como me nutrir de informações q nao vem da midia de massa! descobri trabalhos incriveis q sao feitos no mundo, e q nao sao divulgados na midia de massa, descobri q existe outro modo d vida q enquanto nao levantei a cabeça para olhar pra ele, ficava no meio da normaloidice!
descobri q o foco tem q ser eu, olhar pra dentro, pois qdo trabalho o mal dentro de mim, aquele q existe no mundo nao mais me afeta e descobri coisas incriveis e graças a depressão, portanto digo q a depressão me curou da normaloidice!
e q graças a ela pude experimentar as maravilhas da meditação!
bjoka e bem vindo!

Daniel Ribeiro (aka DanielBR or ferion11) disse...

Oi, Ana!

Bom, existe de verdade, cura definitiva para a depressão, e no sentido literal de se livrar dela. De qualquer forma, curar ou controlar é uma liberdade que a pessoa tem, principalmente quando controlando você pode fazer coisas como meditar virar uma prática regular (manter o corpo, mente e alma saldáveis é sempre importante).

Usando a meditação como um meio, a pessoa também pode descobrir (já com a mente melhor) a cura definitiva e optar por continuar controlando ou sarar de vez. Mas é sempre bom ter em mente que existe solução definitiva.

Ana Maria Saad disse...

oi daniel,

querido acredito q cada caso é um caso. cada ser humano é um mundo e cada depressão é mto peculiar. em alguns casos sim pode haver cura, em outros nao, e é isso: cada qual tem q se conhecer mto bem pra saber qual é seu caso, cada um pode falar por si, ainda mais qdo se conhece a fundo e se esta alerta!
acredito q tdo é preciso humanizar e olhar pelo prisma desa singularidade humana, pois qdo falamos de ser humano não há regra, não há padrão, nem mesmo soluções definitivas, ainda mais qdo nos deparamos com nossa natureza q é morrer a qq momento!
a possibilidade de cura vai depender de cada ser!
bom te-lo aq comentando!
bjoka

Ana Maria Saad disse...

oi daniel,

querido acredito q cada caso é um caso. cada ser humano é um mundo e cada depressão é mto peculiar. em alguns casos sim pode haver cura, em outros nao, e é isso: cada qual tem q se conhecer mto bem pra saber qual é seu caso, cada um pode falar por si, ainda mais qdo se conhece a fundo e se esta alerta!
acredito q tdo é preciso humanizar e olhar pelo prisma desa singularidade humana, pois qdo falamos de ser humano não há regra, não há padrão, nem mesmo soluções definitivas, ainda mais qdo nos deparamos com nossa natureza q é morrer a qq momento!
a possibilidade de cura vai depender de cada ser!
bom te-lo aq comentando!
bjoka