06 maio 2011

TÁ COM DEPRESSÃO? AGARRE A OPORTUNIDADE!

Anos atrás, desde que comecei a ir em busca de muitas informações sobre os transtornos mentais, por conta da Depressão ou Bipolaridade que tenho desde criança - realmente até hoje desconfio do meu diagnóstico de Depressiva -  descobri muita coisa, além de mim mesma! 
Fui e continuo nessa super busca porque sou super curiosa e porque gosto de confirmar certas teorias que se formulam em minha mente, pois tenho um modo de saber das coisas que é muito intuitivo, então aquilo me vem de uma maneira que não é racional, mas faz muito sentido, tanto que depois fatalmente acabo encontrando estudos sobre o assunto que comprovam e explicam o que pensava, me mostrando que não era apenas uma reflexão individual ou um delírio, e sim algo que já foi posto à prova por especialistas, geralmente, estes em questão, são seres Humanos e não apenas pessoas que se escondem atrás de títulos respeitados pela sociedade e que muitas vezes agem apenas por interesse próprio, esquecendo o propósito de seu trabalho: ajudar pessoas a terem bem estar!
Bom, uma teoria que me ronda há meses é que antigamente sofria muito por ouvir que tinha "doença de rico"! Detalhe: a doença estava lá mas o dinheiro não! E hoje em dia a "doença de rico", a dona Depressão, está afetando cada vez mais os países subdesenvolvidos e as pessoas das classes mais baixas, C e D - o povão mesmo! 
Isto sempre ficou claro para mim: é o modo de vida da sociedade, é o sistema sócio econômico que desumaniza as pessoas, principalmente as que são menos privilegiadas financeiramente, tratando-as como robozinhos descartaveis que não tem uma individualidade. É esse modo de vida que nos afasta de quem realmente somos para ser algo de que uma minoria na sociedade precisa. 
Lógico que a anulação de si mesmo para viver uma vida que não foi escolhida mas imposta, e imposta de um modo tão ardiloso e silencioso que acreditamos que na verdade a escolhemos... uma vida que não se tem acesso a si mesmo, em que o corpo físico é negligenciado, quem dirá o emocional, o mental, o sentimental! Uma vida aonde a ordem do dia é: "preocupe-se, porque amanhã você pode acabar sem nada! Mas, mesmo assim tenha filhos, coloque mais problemas palpáveis em sua vida, assim você não terá tempo e disposição para olhar para si mesmo e se conhecer! Assim você continuará a ser nosso robozinho!". 
Esse tipo de vida obviamente vai dar em enrosco, se não for para os pais, será para seus filhos, ou para os dois! Já que o ambiente influencia o corpo, ele reage, e no caso da Depressão o cérebro enlouquece mesmo e passa a funcionar errado, e isto que eu achava ser uma teoria apenas, é na verdade parte da Epigenética que prova que o ambiente influencia a genética, ou seja, se você tem predisposição a ter Depressão e vive em um ambiente hostil, ameaçador... Pronto o gatilho é puxado e seu corpo reage desenvolvendo a doença. E às vezes até se você não tem predisposição genética mas vive em um ambiente difícil, onde você se deixa de lado, também você pode desenvolver a doença. 
E o ambiente em que vivemos é propício para nos deixarmos de lado, ele é muito tóxico, e suas toxinas entre muitas são: competição acirrada; muita gente no mundo e menos oportunidades ao mesmo tempo em que o consumismo é encorajado; muita falta de educação e respeito; cobranças de que temos que ser bonitos e alegres, e estar na moda, inserido em algum grupo; cobranças legais de contas a pagar, etcetcetcetc
E assim não podemos exercer a nossa humanidade, nossos valores foram distorcidos há tantas décadas que precisamos nos esforçar para inseri-los novamente em nós mesmos! Nos transformaram em consumidores vorazes que para ter precisamos trabalhar, trabalhar, trabalhar, assim podemos comprar, comprar, comprar, com o pretexto de sustentar família, que nem deveria ter sido formada, pois a maioria além de não ter a condição financeira que ter um filho requer não tem o principal: a maturidade emocional para tanto! 
Mas fomos forçados a negligenciar essas reflexões acerca de nós mesmos, do que é importante para cada um, somos distanciados de nós mesmos e aí o corpo reclama, a Depressão vem e aí a indústria farmacêutica tem vários medicamentos que "curam", as pílulas da felicidade que quem acaba tomando muitas vezes são aqueles que nem doentes estão! Mas a indústria lucra muito com isso, então eles nem querem saber! Alguns "especialistas" também lucram e falam aquilo que os donos do dinheiro e poder querem ouvir, nós somos bombardeados com "informações seguras" e pronto! Claro que há exceções e com a tecnologia e ciência, medicamentos incríveis são disponibilizados para se tratar as doenças mentais e profissionais humanos e qualificados sabem fazer bom uso deles.
Mas aí vem outra teoria: essa indústria está a serviço da sáude, do bem estar dos seres humanos, então ele nem deveria ser algo orientado para o lucro e essa teoria outras se formaram e eu pensei: nossa! Perdemos nossa humanidade! Colocamos dinheiro e poder acima do bem estar de seres vivos, de seres humanos!!!! A luta pelas causas animais está se desenvolvendo, que bom, mas quem vai lutar por nós mesmos?
Espero que cada um que tenha essas doenças mentais agarre a oportunidade para mergulhar fundo em si mesmo e ver o que ela quer dizer e se descobrir e se humanizar! 
Apesar do sofrimento horroroso uma Depressão bem aproveitada nos devolve para nós mesmos, aquele que a gente sente que existe, mas que foi levado para longe. 
E vamos buscar sim os especialistas, mas os que sejam humanos e focados em nos ajudar a melhorar, a ganhar bem estar, e para tanto usam dos remédios mas também nos encaminham para outros profissionais da saúde, como psicólogos, terapeutas, acunpunturistas, e incentivam terapias diversas com profissionais qualificados e humanos! Porque esses transtornos mentais necessitam de muita paciência por parte do doente e de profissionais de áreas diferentes para tratá-lo, além do médico! 
E minhas teorias são cada vez mais confirmadas inclusive por um movimento que adoro, que tem esse filme. Assistam pelo menos a primeira meia hora que é muito esclarecedora!



14 comentários:

nila pollo bosio disse...

DEPRESSÃO ,OU DEPRESSIVOS NO FUNDO SÃO PESSOAS LINDAS AMOROSAS QUE TEM MEDO DE PERDER E SI PERDER .TÁ SEMPRE ACHANDO QUE O MUNDO CONSPIRA CONTRA ELA. ATÉ NA BIBLIA UM PROFETA , DE DEUS FALA SOBRE SUAS ANGUSTIAS ,MEDOS.´SÓ NÃO RECORDO ,A PASSAGEM BIBLICA VOU EXAMINAR AS ESCRITURAS ,E VOLTO A POSTAR EXATAMENTE QUAL TEXTO BIBLICO FALA SOBRE O ASSUNTO. PAZ SAÚDE VAMOS CONTINUAR LUTANDO. ROSE

aliviomomentaneo disse...

Oi,tenho 15 anos me chamo janielle queria muito que você pudesse me ajudar,sai do acompanhamento psicológico vai fazer dois anos e me sinto muito sozinha,já tentei me matar varias vezes e esta aqui pedindo ajuda pra mim não é fácil...meu msn: jani_fraga@Hotmail.com beijos

aliviomomentaneo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Maria Saad disse...

janielle, entrei no seu blog!
isso ja t ajudara mto: desabafar!
leia o que comentei la!
e saiba que vc nao ta so!
o caminho da melhora da depressão é solitario mesmo, mas isso nao significa q seja ruim! qdo quiser escreva!
eu nao uso msn, mas pode ter certeza que por email a gente pode conversar!
bjoka e leia o comnetario q pus la nos eu blog!

Ana Maria Saad disse...

é rose, mas o pior é que mundo não conspira contra a gente, o mundo é belo. o problema é que nosso sistema socieoeconomico é realmente contra nós, contra nossa humanidade! e isso independente se temos transtornos mentais ou nao. assista o filme, ele esclarece a questão!
vamos q vamos!
bjoka

Calvin disse...

Mais um ótimo texto ana!
Estamos sintonizados, é engraçado como nem conversamos tanto e você sempre traz assuntos que estou me interessando, escreve coisas que também estou pensando.
Este filme mesmo. Vi,achei muito pesado, peguei pra ver outro dia. Muita informação, ainda mais porque sou formado em economia... então uma frase acaba dizendo muito e traz muitas reflexões pra mim...
Continue se cuidando!
Obrigado pelo carinho comigo e com aqueles que te visitam aqui!
Grande abraço!

Lado Obscuro disse...

Obrigada amor,pela ajuda olhei sim seu comentário e deixei o meu no meu blog,mandei um Email pra você espero ter recebido,beijos e fique bem.

Malu Calado disse...

Ana, eu estou encantada com o que você escreve, como atua nos filmes, como leva a sua vida. É admirável a sua busca pela melhora, e a sua vontade de ajudar as pessoas. Adorei esse texto. A conteporaneidade, o rush, a globalização humana...das barbies e kens em série! Este embate entre o singular e o universal tem acabado com a sossego das pessoas. Muita gente pobre procurando manicômios porque acham que estão loucas, sendo que estão com a Síndrome do Pânico, e os Ricos comprando, comprando, consumindo...
Estou muito interessada em tudo o que vc tem a dizer sobre saúde mental. Beijoca!

Lado Obscuro disse...

Oi bonequinha,vi seu comentário no pensamentos filmados,finalmente uma luz fiquei feliz...Porem tenho tido crises e muitas.Beijokas fica com Deus.

VERA disse...

HÁ DEZ ANOS LUTO CONTRA O TRANSTORNO BIPOLAR TIPO 1. GRAÇAS A DEUS A MINHA FAMÍLIA TEM CONDIÇÕES DE ARCAR COM O MEU TRATAMENTO(NÃO SEI ATÉ QUANDO),MAS NA CLÍNICA PSIQUIÁTRICA ONDE FIQUEI INTERNADA CONHECI TANTA GENTE SOFRENDO(NA PARTE DO SUS) ALGUNS MORAVAM LÁ ,POIS NÃO TINHAM FAMÍLIA NÃO , TINHAM NINGUÉM.TINHA GENTE RICA TAMBÉM, O "TRATAMENTO" ERA DIFERENCIADO,MAS O TRATAMENTO E O SOFRIMENTO ERAM OS MESMOS.DOENÇA DE RICO???????

Malu Calado disse...

O que é ser normal?

Estou lendo o livro "A Loucura Entre Nós", sobre saúde mental, mas não sei se escrevo no Blog, a minha loucura é limitada...

Cada pessoa tem seu palco, a sua maneira de atuar, de ser no mundo. Um sujeito triste, alegre, chato, espetacular! A singularidade, a particularidade de cada um se perde no que definem como simples características. O ser eu afetado, desajeitado, excêntrico, diferente, o que é singular e próprio, agora é taxado pelas normas, pela cientificidade. O que é ser normal ou anormal? Dizem que é só ir buscar nos manuais DMS, ver as regras da OMS... Você estará lá.

Nesse livro o autor denuncia que fora efetuada uma pesquisa nos EUA, por um médico psiquiatra não sei de onde, e que de 70 pessoas, somente 20 pessoas, observando as características dos transtornos e doenças ditos pela DMS, eram normais!

O que é ser normal? Se você tem um comportamento um pouco impulsivo, agressivo, ou melancólico, submisso, CUIDADO! Você estará lá no manual. Quem não acompanhar as prescrições, os ditames do fazer robótico da sociedade alienada, a norma traçada, estará lá!

Mas o legal é deixar a sua filha dançar o ‘rebolation’! Isso é normal, a menininha dançando boca da garrafa e papai batendo palma, ouvindo o pagodão... Não, isso é ser menina precoce, é ser pobre.

O anormal é qualquer devaneio, pensamento, que te faça diferente dos demais, qualquer reação que ultrapasse a “normalidade”. Se você não sai, tem medo de gente, o STF busca na OMS, DMS e diz que você tem Síndrome do Pânico, te remove, aposenta, é um incapaz, precisa de tratamento. É verdade, mas isso não quer dizer que o sujeito seja anormal.

Eu não entendo. Acho que sou anormal, mas sou eu mesma sendo uma freak, como diz Ana Maria Saad. Posso até ter um número tatuado na DMS, mas não tenho aqueles números de série, como postos em geladeiras, bonecas, objetos postos no mercado. Ou tenho? E se tiver serei normal?

Gente, eu também faço tratamento para depressão e Síndrome do pânico, mas antes de encontrar o meu médico atual, acho que eu carregava uma porção de números da DMS...Cuidado! Nós temos a nossa beleza, charme. Olha Ana Maria Saad! Exemplo de luta. Vamos nos unir em prol da singularidade dos "loucos amados"... É por isso que nunca deixei a psicanálise, desde que encontrei o profissional adequado. Mas tem que ser um bom!

Malu Calado

Ana Maria Saad disse...

é calvin querido! a gente sempre em sintonia!
assim q tiver tempo vou visitar seu blog! q saudade!!!!
bjoka

Ana Maria Saad disse...

dona malu!!! q alegria ve-la aqui!!!!!!
amei o texto!
somos freaks, e pra mim ser freak é ser humano, algo que os "normais" parecem ter esquecido... mas jaja eles lembrarão!
bjoka

Fernanda Ragil disse...

eu me auto-flagelava desde 2003 e depois comecei a tentar suicídios;não é fácil morre; já me disseram q se eu quisesse mesmo já teria conseguido; se eu tivesse uma arma aí sim a certeza de se conseguir seria quase 100%; mas desta vez eu vou tentar a injeção de KCL,se for realmente a droga q consegue causar uma PCR será essa minha vitória; já fui em mais de 15 psiquiatras e outros tantos psicanalistas - USP, UNICAMP, PUC; por serem meus colegas de trabalho eles ficam sem graça, sempre me encaminham para o outro colega pq dizem não saber me tratar, q meu caso é grave; ou, como nesse último q fui, ele me disse para guardar dinheiro e viajar, parar com essa frescura, e q homem sim, qdo diz q vai se matar ele se mata mesmo; minha tia se suicidou e conheci mais 3 mulheres q se suicidaram; o homem consegue se enforcar, tem mais força ou tem uma arma, realmente, tomar remédio e achar q vai morrer isso não se consegue,nem se tomar 100xx a dose, pq o estômago mesmo acaba se protegendo e a pessoa vomita, ou então, ela dorme uns dias e depois acorda normalmente; eu só não tentei ainda o KCL e me jogar de um prédio. O preconceito é mto grande, pior ainda dentro da classe médica; falo por experiência pp.