18 maio 2011

Medicamentos: ciência ou enganação? - Assista o Filme!

Assisti um documentário sobre a indústria farmacêutica ( que fabrica os psicotrópicos) e psiquiatras, que pode ser visto neste link:
http://comidaecologica.com.br/podcast/Video.html 
Achei o filme interessante por nos mostrar como a realidade capitalista influencia na nossa saúde  e como os ditos "especialistas" muitas vezes não o são de fato. Mas por outro lado, achei o filme bem superficial, pois só aponta os problemas e não toca nas soluções existentes para a melhora e qualidade de vida dos individuos, como a medicina integrativa que faz uso dos tratamentos complementares como acunpuntura, homeopatia, yoga, massagens, etc,etc,etc. 

Além do filme não mostrar como os doentes reais, como eu e tantos por aí, sofrem com essas doenças, ele ainda contribui para resumir os transtornos mentais a algo que não é doença séria. Talvez porque a maioria que faz uso dos medicamentos geralmente são pessoas que não estão doentes de fato. 
Não dá para confundir quem sofre mesmo de Depressão, Bipolaridade e outras doenças similares com quem não sofre! Gente é inconfundível!!!! A pessoa que sofre dessas doenças fica incapacitada e não tem qualidade de vida alguma!
Por isso que acho que já que no nosso sistema socioeconomico, tudo é feito por dinheiro, a industria farmacêutica que movimenta bilhoes de dolares todo ano não deveria ser industria, deveria estar a serviço da população, pois essa atividade lucrativa está a prejudicar vidas. Inclusive a nossa, que realmente sofremos de transtornos mentais e acabamos sendo confundidos com os normalóides que só querem uma pilula da felicidade!
É por isso que sempre que posso incentivo as pessoas a refletirem, a recorrerem ao pensamento critico antes de abraçarem aquilo que o marketing e os ditos especialistas dizem ser bom.
Gente eu sofro de uma Depressão ou Bipolaridade agressiva desde criança, tentei suicidio duas vezes, uma inclusive ingerindo os vários remedios que não funcionaram para meu tratamento e fui forçada a buscar nos caminhos alternativos, tão criticados pelos “especialistas”, a minha melhora. E foi neles que encontrei!
Foi na homeopatia, na medicina chinesa, na terapia corporal, nas massagens, na meditação, no Yoga, foi na mudança do meu estilo de vida que achei a melhora. Portanto vamos mudar o modo de vida e sair das normoses, que são as crenças que a sociedade tem como sendo boas mas que na verdade nos fazem mal!
Esse é o melhor remedio: um novo estilo de vida! 
Mudar é dificil mesmo e é preciso paciência! Eu demorei uns três anos para ver os florais, Yoga e meditação fazerem efeito, e ainda fui em busca da terapia corporal para ajudar, pois já fazia terapia com psicólogo há cinco anos, fora as tantas outras terapias que fiz em paralelo e para me manter firme nelas precisava me arrastar para os lugares, mas hoje estou melhor e mais ainda, transformada!
As pessoas terem saude não é interessante mesmo para o sistema socioeconômico, popularizar a medicina integrativa, que é bem mais barata, não é bom para aqueles que fazem muito dinheiro com o sistema do jeito que está!
Mas enquanto os "especialistas" discutem e o sistema não muda a gente ficará mal? Não! Se o médico não indica outras alternativas além do remédio, desconfie!!!! Além da medicação é preciso terapia psicológica, corporal, etc! 
A melhor forma de melhorar é se educar, pesquisar, experimentar caminhos! Foi isso que fiz e por isso venho melhorando tanto! Saí do convencional para algo que já está aí há décadas e já foi inclusive aprovado pelo SUS: a medicina integrativa! 
Para isto foi preciso muita, mas muita força de vontade e apoio dos profissionais que me ajudam até hoje!
Se cuidem! Reflitam!
bjoka


7 comentários:

Malu Calado disse...

Eu fui internada por conta de "tentativa de extermínio" (esse é o nome ridículo que nos impõe nas salas de emergência). Lá me doparam até que eu ficasse "feliz e alegrinha"... Saí em trinta dias e me senti a pessoa mais louca e feliz do mundo, mas eu não sabia mais quem eu era. Acredito na necessidade da medicação. Mas também é necessário acreditar que nem todas as pessoas precisam se entupir de remédio para melhorar. Acho que Ana foi feliz em sua crítica.
O exercício físico, o mar, a psicoterapia, a psicanálise, e outras formas de terapia ajudam muito, às vezes muito mais que a medicação em exagero.
Consegui passar 5 anos sem antidepressivos. A psiquiatra disse que não me trataria sem remédio...Covarde! Encontrei então um médico maravilhoso que me ajuda...Ao menos não me perdi nos frascos, e sou alguém muito melhor. Quero salientar que sofro de uma neurose. Que é diferente da psicose... Aí já outra história. Mas mesmo assim, com os psicóticos, pode-se utilizar terapias alternativas...a arte, fazê- los criar é um belo caminho no tratamento dos nossos loucos.

Ana, parabéns mais uma vez.
Beijo

Calvin disse...

Oi Ana querida!
Assisti o filme inteirinho. Fiquei bem assustado. Não havia parado pra pensar sobre a maneira como os antidepressivos eram aprovados pelos órgãos reguladores de medicamentos.
Acreditava que deviam ser feitos vários testes químicos/clínicos para que um medicamento fosse aprovado.
O problema é que eles tratam todas as "doenças" mentais como se fossem a mesma coisa jogada grande de um mesmo balaio.
Outro problema, como você apontou, é que eles não mostram outra solução. A sensação que ficamos é que os doentes mentais estão perdidos, porque existe uma confusão imensa sobre os tratamentos possíveis e, caso a pessoa escolha um tratamento com medicamento, tem que ter muita sorte, porque corre o risco de ficar bem pior.
Fiquei interessado em ver afundo esta questão sobre a aprovação dos medicamentos.
Ainda acredito que para algumas doenças, como o caso da depressão, o medicamento pode ter efeito positivo sim.
É difícil acreditar que os medicamentos simplesmente são criados para suprir doenças criadas por psiquiatras... Que não existe regulação nenhuma... que as pessoas estão morrendo por aí e ninguém faz nada para impedir...
Por que estes dados não são divulgados?
Agora concordo que existe um grande número de pessoas que por má orientação de profissionais acaba tomando uma baciada de medicamentos ao mesmo tempo... É triste... muito triste...
Eu mesmo, se tivesse visto outra chance de me curar, nunca teria colocado um medicamento destes na boca.
Hoje me vejo em condições de buscar outros tipos de tratamento. E principalmente de melhorar minha qualidade de vida. Mas assumo que antes da depressão, da terapia, e do medicamento, tinha a visão completamente fechada para os outros tipos de tratamento, que hoje acredito serem muito eficazes.

Muito obrigado por postar o vídeo!
Grande abraço!

Ana Maria Saad disse...

malu,
vc so contribui para esclarecer cada vez mais sobre essas doenças como a dona depressão! obrigada bela!
sou sua fa!!!!
bjoka

Ana Maria Saad disse...

é isso mesmo calvin!
há muito mais coisas entre p céue e terra... no caso aqui há mto mais coisas entre o interesse comercial e a fabricação de remedios e produtos do que nos pobres consumidores imaginamos!
mas ainda bem existem os profissinais humanos q fazem bom uso dessa bagunça capitalista q cria coisas e mais coisas!
sei que existe uma ong nos eua chamada CCH, algo assim, que fica em cima dos fabricantes de remedios e das propagandas a fim de evitar q eles so pra ganhar dinheiro ferrem com a saude do povo! e aqui sei que tem tb algumas iniciativas nesse sentido, todas obviamente de iniciativa da propria população. por isso mesmo: vamos sempre ficar alertas e refletir sempre!!!!! nem tudo que reluz é ouro!
bjoka

Sammyra disse...

OI

Estive procurando uma forma de ajuda na internet e fiquei muito feliz ao encontrar seu blog porque vi que outras pessoas passam pelos mesmos transtornos que os meus e também tem a mesma sensibilidade e espírito crítico em relação ao modo capitalista e desumano com que vivemos. Tenho 25 anos e muitas conquistas ficaram para "trás" por conta dos meus problemas mas não desisti de lutar. Gostaria muito de conversar com vc(e quem tiver tb,problemas). Meu email é sammyra_s@hotmail.com. Obrigada.Sammyra.

Ana Maria Saad disse...

oi sammyra!
t amndei um email!
e seja bem vinda! é smepre bom conhecer aqueles que a gente tem afinidades!
bjoka e c cuide!!!

Marklei disse...

oi Ana, vi seu currículo e gostei de seus trabalhos, gostaria de ter contato com você, para discutir a respeito de um roteiro. me mande um e-mail. markleig3@gmail.com
Abraços.