09 janeiro 2010

HEIN?

A morte à espreita traz a valorização da vida. A valorização da vida traz a reflexão. A reflexão traz a resignificação da vida. A resignficação da vida traz um novo modo de viver. Um novo modo de vida traz a paz interna. A paz interna traz uma bela vida. Se todos seremos abatidos pela morte está na hora de pensar se nossos objetivos e planos ao longo da vida realmente valem a pena de ser vividos, ou se são somente gordas ilusões implantadas por uma minoria balofa, a qual dominada pelo ego deixou-se corromper pelo poder.

Um comentário:

Carina Beatriz disse...

Adorei encontrar seu blog (inclusive coloquei um link no meu), pois passo pela mesma situação que vc e tbém quero q a depressão seja encarada com mais naturalidade. Nesse fim de ano completou-se 13 anos desde minhas primeiras crises de pânico. Estou no meio do caminho do tratamento: me sinto bem melhor, mas tenho minhas recaídas. É isso: parabéns pela atitude de se abrir (faz um bem danado!!) e vamos nos unir contra o estigma da depressão!!
Abraços, Carina