04 maio 2009

AOS DEPRESSIVOS E PROFISISONAIS

Quando vejo campanhas sobre o cancer de mama, a dengue, DSTs, Aids, etc, não entendo porque a depressão fica de fora. Sonho em ver, em breve, anuncios na TV, cartazes e toda uma frente de esclarecimento a respeito da doença do século XXI. Do mesmo modo, não entendo porque nas escolas se ensina biologia e o funcionamento do corpo humano, esquecendo-se de que somos feitos também da parte mental, ou seja, porque não temos psicologia como matéria obrigatória? Assim as crianças e adolescentes teriam uma base do que é a mente humana, e ao sentirem os sintomas da depressão persistindo, saberiam que antes de fazer vôo livre da janela (com acento ou sem acento?), deveriam ir buscar ajuda médica. É hora de esclarecer de vez que depressão não é tristeza e sim doença. Tenho um projeto se iniciando nesse sentido, mas preciso de mais apoio. Quem se interessa?

9 comentários:

A jardineira disse...

Oi.
Somos "colegas" de doença e, como vc, tenho um blog pra falar disso. Na verdade é quase um diário catártico, que me serve como referência das alterações dos sintomas. Tb estou em tratamento e, igualmente, não tem sido fácil. Chega lá, leia - se tiver paciência - desde o início. Porque é cru, escancarado mesmo, mas tento dar um tom de bom-humor. O endereço é:
http://jardimdeonzehoras.blogspot.com
E já tô colocando o seu no blogroll. Abs.

No problem. disse...

Éssa é "A Idéia!". Gostei, total apoio.

alyson daas disse...

jardineira que bacana!!!

vou entrar la!!!!!

ai adoro conhecer depressivos bem humorados!!!!!

no problem estou com ideias para divulgar a depressão... hehehe em breve falarei com vcs!!!

bjoka

A jardineira disse...

Pois é. Pior são os mais próximos que acham que é uma dor de barriga ou fazem "a egípcia" (aquela cara de que não é com ela). O nosso enfrentamento é diário e doloroso.
Adorei sua participação no meu blog. Vamos trocando informações, figurinhas e quero sim, conhecer seu projeto. Quem sabe, como jornalista, possa ajudar. Bjs.

Delly disse...

Pode contar comigo. Sou da mesma opinião. O pior desta história é que toda vez que alguém comete um ato de atrocidade, dizem que a pessoa estava tomando remédio para depressão. Acho isso um absurdo. Já escrevi até para o blog do Heródoto Barbeiro da Radio CBN.
A população precisa de informação "correta". Já fui discriminada, já perdi emprego, família, tudo por causa desta maldita doença. Abs

A jardineira disse...

Gente, vi essa notícia e me surpreendi em saber que o Governo Federal está em campanha de prevenção à depressão, com ações setorizadas, tal qual hipertensão e diabetes, que a população já entende como doenças. Acho que a gente podia buscar mais informações.
http://www.alemtemporeal.com.br/?pag=eventos&cod=783

Vera Helena disse...

Lys

Feliz aniversário! Muitos poemas e brigadeiros bons pra você, neste dia tão especial.

Beijos,

Tê Barretto disse...

Lys, cadê você??????
Vi os vídeos no youtube e assisti ao curta. É maravilhoso e tocante.
Me identifiquei muito tanto com a sua entrevista quanto com o roteiro.
E estou preocupada com o seu sumiço no blog. Aconteça o que aconteça não deixe de produzir, nem que seja uma linha!
Dá um sinal de fogo lá no meu blog pra eu saber que tá td bem com você.
Bjo.
A jardineira
jardimdeonzehoras.blogspot.com

Sammis Reachers disse...

Realmente é seríssimo o problema da depressão, que pode ser a 'porta' para males maiores, agravando ainda o quadro de outros. É preciso atenção das autoridades ao tema, e divulgação.

Ela já quase me matou, mas Jesus trouxe-me a cura.